“Quero dirigir a Alexander Van der Bellen, hoje eleito novo Presidente Federal da República da Áustria, em nome do povo português e no meu próprio, as mais calorosas felicitações e votos de sucesso para o exercício das nobres funções que o povo austríaco lhe acaba de confiar”, afirma Marcelo Rebelo de Sousa, numa mensagem publicada esta noite na página oficial da Presidência da República.

“Estou certo que, enquanto chefes de Estado de dois países que partilham os mesmos valores democráticos e europeus, saberemos reforçar os laços de amizade e de cooperação que unem a Áustria a Portugal, procurando encontrar novas oportunidades para se desenvolverem e aprofundarem no domínio bilateral, no quadro da União Europeia ou mesmo no âmbito do Grupo de Arraiolos, de que ambos fazemos parte”, acrescenta o chefe de Estado português.

O candidato independente apoiado pelos Verdes, Van der Bellen, de 72 anos, deverá obter 53,3% dos votos, de acordo com projeções da televisão pública austríaca, contra 46,7% para Norbert Hofer, de 45 anos, vice-presidente do parlamento e quadro do Partido da Liberdade (FPO, extrema-direita) desde os 25 anos.

O antigo dirigente dos Verdes austríacos e ex-decano da faculdade de Economia de Viena congratulou-se com a vitória de uma "Áustria pró-europeia".

Hofer e o seu partido já reconheceram a derrota.

“Felicito Alexander Van der Bellen pelo seu sucesso e apelo a todos os austríacos para se manterem unidos e trabalharem em conjunto”, escreveu Norbert Hofer numa mensagem na rede social Facebook.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.