“Perante o violento tiroteio ocorrido hoje [sábado] num centro comercial em El Paso, Texas, o Presidente da República enviou uma mensagem ao Presidente dos EUA, expressando condolências aos familiares das vítimas mortais e desejos de rápidas melhoras a todos os feridos”, indica uma nota publicada no site oficial da presidência.

No sábado de manhã, um homem, mais tarde detido e identificado como Patrick Crusius, um branco de 21 anos, levou a cabo um tiroteio num supermercado Walmart perto do centro comercial Cielo Vista em El Paso, Texas, sul dos Estados Unidos.

Segundo o governador do Estado do Texas, Greg Abbott, desse tiroteio resultaram 20 mortos e 26 feridos.

O autor dos disparos, natural de Allen, perto de Dallas, no Texas, terá atuado sozinho e a arma que utilizou foi apreendida.

O tiroteio começou cerca das 10:00 (hora local, 16:00 em Lisboa).

Agentes do FBI e da agência federal responsável pelo controlo de armas, explosivos, tabaco e álcool (ATF) foram enviados para o local, à semelhança do departamento de polícia de El Paso.

Através de uma mensagem no Twitter, o Presidente dos EUA, Donald Trump, qualificou de “terrível” o tiroteio em El Paso e referiu-se a “muitos mortos”.

“Terrível tiroteio em El Paso. As informações são muito más, há referência a muitos mortos”, referiu na mensagem. “Falei com o governador” do Texas, Greg Abbott, para lhe “transmitir o apoio do governo federal”, acrescentou o inquilino da Casa Branca.

El Paso, com cerca de 680.000 habitantes, está situada no oeste do Texas, junto à fronteira com o México e separada de Cidade Juárez pelo Rio Bravo del Norte (Rio Grande).

Os tiroteios e ataques armados ocorrem com muita frequência nos Estados Unidos.

Na terça-feira, duas pessoas foram mortas e um polícia ferido num supermercado da cadeia Walmart no Mississippi.

No domingo, três pessoas, incluindo um rapaz de 6 anos, foram mortas quando um atirador de 19 anos abriu fogo durante um festival de gastronomia de Gilroy na Califórnia, a sul de San Francisco.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.