De acordo com o sítio oficial da Presidência da República, esta condecoração do SNS como Membro Honorário da antiga Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito vai acontecer na quarta-feira, dia em que se assinala o segundo aniversário do primeiro caso de covid-19 registado em Portugal.

Marcelo Rebelo de Sousa destaca os “atos e serviços excecionais prestados, em particular durante a pandemia a Portugal, aos portugueses e a outros cidadãos” pelo SNS e a “abnegação e sacrifício” dos seus profissionais de saúde.

A covid-19 matou em dois anos mais de 21 mil pessoas em Portugal, infetou mais de três milhões, e levou a 35 milhões de testes, e à administração de 22 milhões de vacinas em quase nove milhões de portugueses.

Em dois anos, Portugal teve vários dias sem registar mortes devido à doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 mas também chegou a ter 300 óbitos num só dia.

Com mais ou menos infeções ou mortes, Portugal atravessou cinco vagas de pandemia e nunca mais teve, nos últimos dois anos, um único dia sem infeções pelo novo coronavírus.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.