Rogério Breia, presidente da Junta de Freguesia de Olival Basto/Póvoa de Santo Adrião, disse à agência Lusa que as inundações causadas pelas fortes chuvadas que atingiram a Grande Lisboa no final da tarde de quarta-feira e madrugada de quinta-feira provocaram “avultados prejuízos” na zona.

Um dos mais significativos registou-se na esquadra de trânsito da PSP, que foi inundada e o seu interior destruído, incluindo material informático e até as roupas dos agentes.

“Esta esquadra esteve a funcionar até às 03:00 de hoje nas instalações da Junta de Freguesia, pois não tinha condições para funcionar”, disse o autarca.

Rogério Breia adiantou que, face à destruição, a esquadra deverá ficar inoperacional durante algum tempo, o que lamentou.

O edil referiu ainda que existem vários estabelecimentos comerciais inundados, que estão agora a proceder à limpeza, bem como várias habitações, que no entanto não obrigou ao realojamento dos habitantes.

A força das águas arrastou cerca de 50 carros, alguns dos quais ainda permanecem no meio das estradas, bem como caixotes de lixo e detritos vários.

A Estrada Nacional nº8, que serve concelhos como Odivelas, Loures e Lisboa, está “praticamente intransitável”, devido à presença de lama, lixo e caixotes.

“Isto está o caos. Temos muito trabalho pela frente”, adiantou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.