De acordo com os Bombeiros Sapadores de Gaia, que registaram um total de 21 ocorrências durante a madrugada devido ao mau tempo, o Douro está já a alagar as zonas do Areinho e Afurada.

“Estamos a aguardar para ver o que acontece com a subida da maré, cerca das 09:30”, disse a fonte.

Também a Polícia Marítima disse à Lusa que se registou “uma subida excessiva do nível da água”, do rio Douro que está alagar “zonas pedonais” do Porto e Gaia.

A fonte explicou à Lusa que a subida da água foi gradual, tendo galgado as margens cerca das 05:30.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) tem hoje sob aviso laranja (o segundo mais grave) doze distritos de Portugal continental e a costa norte da Madeira devido sobretudo à agitação marítima.

Leiria, Santarém e Portalegre estão sob aviso laranja também devido às previsões de precipitação forte entre as 12:00 e as 15:00 nos dois primeiros casos e entre as 12:00 e as 18:00 no caso de Portalegre.

O mau tempo em todo o país, causado pela depressão Elsa, já provocou desde quarta-feira dois mortos, um desaparecido e mais de 50 desalojados, assim como 5.400 ocorrências, a maioria quedas de árvores.

Entretanto, o IPMA alertou também para os efeitos de uma nova depressão, denominada Fabien, que atingirá Portugal no sábado.

Segundo o IPMA, o Norte e o Centro serão as zonas do país mais afetadas por esta depressão, estando previstos intensos períodos de chuva e fortes rajadas de vento.

Contudo, prevê-se que os efeitos da depressão Fabien não apresentem em Portugal continental a mesma intensidade do que os da tempestade Elsa, “em particular em termos de vento e com mais significado em termos de precipitação”.

O IPMA prevê uma melhoria gradual do estado do tempo a partir de domingo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.