Alexy Ulyukayev foi detido no âmbito de um inquérito relacionado com corrupção em grande escala, segundo um comunicado do Comité de Investigação da Rússia, o principal órgão de investigação da federação russa e que reporta diretamente ao Presidente do país, Vladimir Putin.

O ministro é suspeito de ter recebido dois milhões de dólares (mais de 1,8 milhões de euros) em troca da aprovação da aquisição pela Rosnet de uma participação em outra petrolífera russa, a Bachneft, acrescenta a mesma nota.

Ulyukayev é o mais alto cargo da Rússia a ser detido desde a tentativa de golpe de estado de 1991, segundo as agências de notícias internacionais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.