Segundo o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mêda, Anselmo Sousa, a instituição está neste momento a ultimar as obras de reabilitação do edifício do seu primeiro lar de idosos, construído em 1980, que se encontrava desativado há vários anos.

O edifício foi reconstruído "praticamente de raiz" e a sua inauguração está marcada para o dia 07 de junho, disse hoje o responsável à agência Lusa.

"É uma forma de criarmos melhores condições para os nossos idosos. Infelizmente, [Mêda] é um concelho com bastantes idosos e a nossa intenção é criar-lhes condições para que eles possam estar com dignidade", referiu Anselmo Sousa.

O novo lar de idosos terá capacidade para 40 camas e a Santa Casa da Misericórdia de Mêda pretende ali colocar os utentes que estão atualmente acomodados numa outra unidade da instituição que, de acordo com o provedor, "já não tem condições" funcionais.

"A Segurança Social, e bem, anda a alertar-nos já há muito tempo para essa realidade e nós, como a nossa intenção é criar todas as condições [para os utentes], reabilitamos essa infraestrutura", justificou.

O projeto de recuperação do edifício do primeiro lar de idosos de Mêda, um concelho do interior do país, localizado no norte do distrito da Guarda, custa cerca de um milhão de euros e tem um apoio de 300 mil euros de uma candidatura que foi apresentada ao Fundo Dona Leonor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, segundo Anselmo Sousa.

A Santa Casa da Misericórdia de Mêda apoia atualmente cerca de 300 idosos, sendo 150 na valência de lar e os restantes em centro de dia, apoio domiciliário e cantinas sociais.

A instituição, que dá emprego a cerca de 100 pessoas, possui ainda um serviço de Atividades de Tempos Livres (ATL).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.