A moção de censura apresentada pela oposição sueca foi aprovada com 204 votos a favor e 142 contra.

Stefan Löfven e o seu Executivo devem permanecer em funções até o Parlamento nomear um novo Governo.

O Executivo de Löfven ficou enfraquecido após as eleições parlamentares de 09 de setembro, nas quais não conseguiu uma maioria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.