“É um elenco que está motivado, determinado e pronto a responder aos desafios que vamos enfrentar nestes próximos quatro anos nas mais variadas áreas, concretizando as linhas de orientação estratégicas e os objetivos traçados no programa eleitoral do PS que foi sufragado maioritariamente nas eleições do passado dia 16 de outubro”, afirmou Vasco Cordeiro.

O responsável falava na conferência de imprensa de apresentação do elenco governativo, no Palácio dos Capitães Generais, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, depois da entrega da composição do executivo regional ao representante da República.

Segundo o presidente indigitado (que vai agora cumprir o seu segundo mandato), este executivo tem uma média de idades de 46 anos, apresentando “uma orgânica ágil e que em relação ao XI Governo tem a salientar um novo departamento dedicado às áreas da Energia, do Ambiente e do Turismo”.

“Trata-se de áreas estratégicas para o futuro da nossa região e que veem, assim, reforçadas a sua componente institucional e de atenção política”, adiantou Vasco Cordeiro, considerando que estes “são alicerces do desenvolvimento futuro” dos Açores.

De acordo com Vasco Cordeiro, esta nova secretaria permite “uma maior inter-relação e coordenação setorial” entre estas áreas “dentro da mesma esfera departamental”.

O novo Governo Regional dos Açores vai ter seis caras novas e soma mais uma secretaria regional, num executivo em que transitam do anterior o presidente, Vasco Cordeiro, o vice-presidente, Sérgio Ávila, e três secretários.

Sérgio Ávila (pastas do Emprego e Competitividade Empresarial) mantém-se num cargo que já exerceu nos três anteriores executivos regionais, a vice-presidência, na Secretaria Regional da Solidariedade Social continua Andreia Cardoso e na Secretaria Regional da Educação e Cultura Avelino Meneses.

Já Vítor Fraga, que tinha as pastas do Turismo e Transportes, que incluía as Obras Públicas e a Energia, passa a tutelar Transportes e Obras Públicas.

O Turismo, a Energia e o Ambiente — a nova secretaria – ficam nas mãos de Marta Guerreiro e Gui Menezes assume a Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia.

Rui Luís tem a tutela da Saúde e João Ponte a Agricultura e Florestas.

O elenco do XII Governo Regional dos Açores fica completo com Berto Messias, que vai assumir as funções de secretário regional Adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares, e Rui Bettencourt, secretário regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas.

A presidência, a vice-presidência e as secretarias regionais dos Transportes e Obras Públicas, e Energia, Ambiente e Turismo ficam sediadas em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, assim como o gabinete do secretário regional adjunto da Presidência para as Relações Externas.

As secretarias da Solidariedade Social, Educação e Cultura, e Saúde mantêm a sede em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, onde também fica o gabinete do secretário regional adjunto da Presidência para os Assuntos Parlamentares.

Na Horta, ilha do Faial, continuam instaladas as secretarias regionais da Agricultura e Florestas, e do Mar, Ciência e Tecnologia.

O Governo Regional toma posse perante a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores na sexta-feira, às 15:00 (mais uma hora em Lisboa), na Horta, ilha do Faial.

O PS venceu as eleições regionais de 16 de outubro, conquistando a quinta maioria absoluta consecutiva para o partido, a segunda sob liderança de Vasco Cordeiro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.