Em comunicado, a organização explica que nestas comemorações do 95.º aniversário, o Corpo Nacional de Escutas pretende olhar para o futuro e lança um desafio para a concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - adotados pela quase totalidade dos países do mundo, no contexto das Nações Unidas -, através da criação de uma insígnia própria, cujos resultados financeiros servirão para a construção de uma infraestrutura de apoio à educação de crianças num país em vias de desenvolvimento.

Durante dois dias estão programadas inúmeras atividades em que os escuteiros poderão desenvolver iniciativas e replicá-las nas suas comunidades com o objetivo de concretizar estes objetivos.

Serão quatro as áreas de intervenção: Erradicar a Pobreza, Erradicar a Fome, Saúde de Qualidade e Educação de Qualidade.

Segundo o Corpo Nacional de Escutas (CNE), esta atividade serve ainda para reforçar a caminhada para o centenário da associação, e as comemorações do Centenário dos Caminheiros e Marinheiros que se iniciou este ano e terminará em 2019.

As atividades serão desenvolvidas em conjunto com a associação HELPO, instituição fundada por uma portuguesa, Joana Clemente, que se dedica há dez anos à promoção do desenvolvimento, através da educação e da nutrição, em Portugal, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, chegando, atualmente, a mais de 19.000 crianças.

A Helpo desenvolve a sua atividade em 38 comunidades rurais e 52 centros de intervenção, através da construção de escolas, bibliotecas, creches, centros de nutrição, cantinas escolares, sistemas de aproveitamento de águas pluviais, formação comunitária, educação para a saúde, assistência e formação contínua

Hoje decorrerá ainda o Fórum “Escutismo e Comunidade” que contará com a presença do secretário de Estado da Educação, João Costa.

Esta atividade em Vila Real serve ainda para reforçar a caminhada para o centenário da associação, e as comemorações do Centenário dos Caminheiros e Marinheiros que se iniciou este ano e terminará em 2019.

O CNE é membro da Organização Mundial do Movimento Escutista (OMME) desde 1929 e tem em portugal cerca de 73 mil escuteiros de todas as idades em mais de 1.100 agrupamentos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.