“Pelo menos sete mortos e 48 feridos em ataque terrorista e o ‘mayor’ de Londres diz que ‘não há razão para alarme’”, escreveu Trump na rede social de mensagens curtas Twitter, um dia depois dos ataques na cidade, que causaram sete mortos e 48 feridos.

O presidente da câmara “tem coisas mais importantes a fazer que responder ao ‘tweet’ desinformado de Donald Trump, que retira deliberadamente do contexto as suas declarações exortando os londrinos a não se assustarem” com o reforço das forças policiais nas ruas da capital, indicou o porta-voz de Sadiq Khan num comunicado.

Numa mensagem anterior no Twitter, o Presidente norte-americano tinha defendido: “Devemos deixar de ser politicamente corretos e começar a agir pela segurança do nosso povo. Se não formos inteligentes, só ficará pior”.

A frase proferida por Sadiq Khan a que Trump se refere no seu tweet foi dita num contexto de apelo à calma, depois de o mayor de Londres ter informado os londrinos que nos próximos dias vai existir um reforço de segurança nas ruas da cidade e que devem todos estar vigilantes.

A chefe da polícia de Londres, Cressida Dick, disse também hoje que a polícia acredita que a situação está controlada, mas anunciou que as patrulhas vão ser reforçadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.