Em comunicado, a PJ declara que, através do Departamento de Investigação Criminal do Funchal, com o apoio do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública, foi assim “desmantelado um grupo organizado internacional de tráfico de estupefacientes”.

Esta operação, denominada “Poseidon”, resultou na identificação de seis homens e seis mulheres, com idades compreendidas entre os 20 e os 52 anos, de várias nacionalidades.

A PJ adianta que “parte dos suspeitos viajava em navio de cruzeiro da companhia MSC, com origem nas Caraíbas, com o objetivo de desembarcar a droga na Madeira”, e que esta era uma investigação recente no domínio do combate ao tráfico de estupefacientes, de cariz internacional.

As detenções aconteceram “em diversos momentos e locais, na cidade do Funchal, na sequência de diligências que permitiram localizar os indivíduos e apreender cocaína, em elevado grau de pureza e quantidade suscetível de corresponder a cerca de 200.000 doses individuais”.

Alguns dos detidos encontravam-se “alojados no Funchal, preparados para seguir, por via aérea, para vários destinos do continente europeu”.

A PJ aponta que a empresa de cruzeiro “prestou colaboração relevante e facilitou o desenvolvimento operacional da investigação”, depois de ter sido contactada pelas autoridades policiais.

“Os detidos serão presentes às autoridades judiciárias competentes, para aplicação de medida de coação”, indica a polícia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.