De acordo com um comunicado publicado pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), a Inspeção Tributária e Aduaneira deste órgão, em conjunto com membros da Polícia de Segurança Pública, iniciaram hoje investigações nas zonas de Leiria, Tomar e Montijo para investigar crimes decorrentes no setor da suinocultura.

A operação, segue a nota, consubstancia-se "no cumprimento de 24 Mandados de Busca, sendo cinco Mandados de Busca Domiciliária, levados a cabo por cerca de 21 Inspetores Tributários e Aduaneiros e oito peritos do Núcleo de Informática Forense, com o apoio operacional de 32 elementos da Polícia de Segurança Pública".

As investigações estão a decorrer "em sedes de sociedades e instalações pecuárias, veículos automóveis, habitações e agências bancárias" nas zonas das povoações acima mencionadas, visando a "obtenção de prova da prática dos crimes de fraude e fraude qualificada, bem como dos crimes de branqueamento e falsificação de documentos".

Em causa, explica a nota, poderá estar a "venda de animais vivos e carne, sem a respetiva emissão de fatura", o que significa uma diminuição considerável dos "montantes de imposto a entregar nos cofres do Estado, tanto em sede de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) e em sede de IVA".

O comunicado refere ainda que estas investigações em curso "são da responsabilidade e têm a direção do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), cuja intervenção direta na Operação se traduz na presença de dois Magistrados do Ministério Público e um Magistrado Judicial nos locais de busca".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.