Até à data sabia-se da existência de dois portugueses feridos, uma portuguesa de 30 anos e Pedro Pinto, de 27 anos.

A primeira estaria na estação de metro de Maalbeek quando a explosão aconteceu e teve alta no próprio dia. Já Pedro Pinto, que também estava na estação de metro no momento da explosão, terá de permanecer no hospital ainda durante quatro dias, de acordo com a publicação no Facebook do conselheiro das comunidades portuguesas, Pedro Rubio.

Para além deste número de feridos, os atentados em Bruxelas deixaram cerca de 30 mortos e pelo menos mais 180 feridos.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo Estado Islâmico e ocorreram quatro dias após a detenção na cidade de Salah Abdeslam. Abdeslam é o único sobrevivente dos atentados de 13 de novembro, em Paris, que deixaram 130 mortos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.