No total, 43,77 milhões de passageiros passaram pelo Aeroporto Internacional Baiyun, em Cantão, capital da província de Guangdong e a maior cidade do sul da China.

Os dados, publicados no portal oficial do aeroporto, indicaram que este foi o mais movimentando do mundo, apesar de ter reduzido o número de passageiros em mais de 40%, durante o ano passado, refletindo o impacto da pandemia da covid-19 no tráfego aéreo.

No Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson de Atlanta, o número de passageiros caiu 61,17% em 2020, em comparação com o ano anterior, para 42,9 milhões.

Atlanta detém o recorde do aeroporto mais movimentado do planeta há 22 anos, em parte devido por servir de base à maior companhia aérea norte-americana, a Delta Air Lines.

Em 2019, o aeroporto de Cantão movimentou 73,38 milhões de passageiros, o que o colocou no 11.º lugar da classificação mundial.

No entanto, durante 2020, as medidas rígidas aplicadas pelas autoridades chinesas contra a covid-19 levaram a uma recuperação da normalidade mais cedo do que em outras partes do mundo, de modo que o tráfego voltou a fluir mais cedo.

Por exemplo, o aeroporto de Cantão registou mais de cinco milhões de passageiros em novembro passado, o único no mundo a ultrapassar esta barreira mensal desde o início da epidemia, de acordo com mesmo o comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.