Fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) detalhou que as ocorrências mais significativas referem-se a inundações, quedas de árvore e limpeza de vias, devido à forte precipitação.

O oficial de operações José Costa adiantou também que será feito um novo balanço a meio da tarde, tendo em conta que o estado do tempo agravou-se já depois das 12:00.

Nas operações estiveram empenhados 231 operacionais, ajudados por 81 meios terrestres.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou hoje para laranja o aviso nos distritos de Lisboa, Setúbal e Santarém devido à previsão de períodos de chuva, por vezes forte e persistente.

Os avisos estão em vigor desde as 13:28, mantendo-se até às 15:00 nos distritos de Lisboa e Santarém e até às 18:00 no de Setúbal.

São atualmente cinco os distritos sob aviso amarelo: Castelo Branco, Portalegre, Évora e Faro, todos devido à previsão de chuva, por vezes forte e persistente, até às 00:00 de sexta-feira.

Na quarta-feira, a Proteção Civil alertou para a possibilidade de inundações, deslizamento de terras e piso escorregadio devido às previsões de chuva, vento e queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela.

Num aviso à população, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) indicou que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) previa para quinta e sexta-feira precipitação, por vezes forte, vento e queda de neve.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.