"Respeitamos o voto dos cidadãos britânicos, e lamentamo-lo. Mas é fundamental não deixar que o Brexit desvie a nossa energia. Pelo contrário, pode e deve servir para reavivá-la; os europeus devem reinventar-se e enfrentar desafios coletivos consideráveis", afirmam os signatários.

Entre os que assinam o texto estão o ex-primeiro-ministro espanhol Felipe González (1982-1996), o escritor italiano Roberto Saviano, o ex-comissário europeu Michel Barnier, o ex-ministro alemão das Relações Exteriores Joschka Fischer e o político franco-alemão Daniel Cohn-Bendit. O apelo foi publicado pelo Journal du Dimanche (França), Bild am Sonntag (Alemanha), Le Soir (Bélgica), La Stampa (Itália), Público (Portugal), Tageblatt (Luxemburgo) e Gazeta Wyborcza (Polônia).

O texto, apresentado como um "mapa do caminho para um novo renascimento europeu", representa uma série de iniciativas, entre elas "um reforço da democracia e da cultura cívica europeia" e "uma nova etapa em termos de segurança, defesa e proteção civil dos cidadãos europeus". Também defende uma mudança na Eurozona para que não seja uma "máquina de aumentar as desigualdades" e pede uma "nova política industrial europeia", com menor emissão de carbono e "capaz de modernizar a nossa economia e de criar muitos empregos em breve".

"Para que nossa ambição se concretize, precisamos que vocês, cidadãos de nossos países da União, se apoderem da nossa iniciativa: debatam, contradigam ou completem as nossas propostas", afirma o texto. "A União Europeia deve voltar a ser um assunto de todos, e não apenas daqueles que desejam destruí-la", opina o artigo. 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.