No início da passadeira vermelha, colocada frente aos Paços do Concelho, cumprimentaram o Estandarte Nacional, foram até ao Ponto de Honra e ouviram os hinos nacionais, tendo o espanhol tocado primeiro, acompanhado por uma salva de 21 tiros (um tiro a cada quatro segundos).

Depois, o rei Filipe VI e Marcelo Rebelo de Sousa fizeram a revista à primeira fileira da Guarda de Honra, acompanhados pelo comandante da Guarda de Honra e ajudantes de campo, tendo a rainha Letizia permanecido no Ponto de Continência.

Aí saudaram o Estandarte Nacional e iniciaram a revista ao batalhão ao som de uma marcha militar executada pela Banda da Armada, composta por 60 militares.

Às 11:21, os reis de Espanha e o Presidente da República portuguesa subiram a rampa da Câmara do Porto onde recebidos pelo autarca local, Rui Moreira.

Durante o trajeto até ao salão nobre estão dispostas sentinelas honoríficas, um total de 23 elementos do Esquadrão Presidencial.

Durante esta cerimónia protocolar, a população, que se estendia ao longo da Avenida dos Aliados, gritava “Viva o Rei” e, entre a multidão, estava uma bandeira da Monarquia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.