Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou que as buscas foram suspensas na segunda-feira, pelas 22:00, e retomadas hoje pelas 08:30, estando no local 12 operacionais auxiliados por seis veículos e uma embarcação.

Contactado pela Lusa, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Elvas, Tiago Bugio, explicou que a zona onde os mergulhadores estão a desenvolver as buscas é "complicada", por ser muito rochosa e conter vários poços.

"A viatura poderá ter caído para um dos vários poços que existem nessa zona muito rochosa, o que será complicado identificar”, disse.

O alerta foi dado aos bombeiros de Elvas, cerca das 11:50 de segunda-feira, por um pescador que alegou ter visto um veículo no rio.

O pescador disse aos bombeiros que viu uma viatura nas águas do Guadiana quando atravessava a ponte da Ajuda, que liga Elvas a Olivença (Espanha).

Fonte da GNR informou também na segunda-feira que "não há qualquer participação de pessoa desaparecida que se possa relacionar com esta situação".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.