Em comunicado enviado na segunda-feira, a Ryanair explicou que fez um investimento numa nova frota de 210 aeronaves Boeing 737-8200, que serão entregues durante os próximos três anos.

Desta forma, a transportadora de baixo custo lançou uma campanha de recrutamento, na qual a maioria das vagas de capitão serão preenchidas por via de promoção interna, o que criará oportunidades de substituição de primeiros oficiais e, em última instância, de novos pilotos cadetes que possam iniciar a sua carreira na empresa.

Os cursos de formação decorrerão ao longo de 2021, para que os pilotos estejam prontos para o verão de 2022.

Conforme anunciado pela Ryanair, estas novas contratações irão preencher vagas em toda a Europa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.