Segundo a edição online do semanário, a decisão foi comunicada na quarta-feira ao ex-primeiro ministro e atual presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, e transmitida hoje ao presidente da concelhia de Lisboa do PSD, Mauro Xavier, ao líder da distrital, Miguel Pinto Luz, e ao coordenador autárquico do PSD, Carlos Carreiras.

O Expresso adianta que Santana Lopes pretende prosseguir o seu trabalho como provedor na SCML, cujo mandato se prolonga até 2019.

O jornal cita uma entrevista que vai ser publicada no próximo sábado e em que Santana Lopes fala dos projetos que quer concretizar na segunda fase do seu mandato e admite que o atual presidente, Fernando Medina, não será um candidato fácil de derrotar, garantindo, no entanto, que não foram as sondagens a desmotivá-lo de uma candidatura.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.