O acordo foi um fator de estabilidade e “será muito importante preservá-lo”, disse aos jornalistas.

Guterres defendeu que evitar um confronto no Golfo deve ser uma grande preocupação para os principais participantes na cimeira.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que decidiu em 2018 abandonar o acordo nuclear com o Irão e voltar a impor sanções económicas a Teerão, vai discutir este assunto com outros líderes mundiais.

O Irão já disse estar agora pronto para aumentar o limite de reservas de urânio, ameaçando o acordo alcançado em 2015 com as potências mundiais que se destinava a reduzir sua atividade nuclear.

O pacto, assinado em Viena, entre o Irão e os 5+1, cinco membros permanentes do Conselho de Segurança (EUA, França, Reino Unido, Rússia e China), mais a Alemanha, limita o programa nuclear iraniano em troca do levantamento das sanções internacionais.

Criado em 1999, o G20 integra os ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo e da UE.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.