Segundo o SEF, o homem foi detido na terça-feira, em cumprimento de um mandado judicial do Tribunal de Ovar, "depois de ter sido restituído à liberdade e de ser notificado da acusação e da medida de coação imposta" na sequência de outros casos.

O SEF detetou-o numa unidade hoteleira na zona de Mira (Aveiro), “na sequência da monitorização que vinha sendo realizada ao seu percurso”.

Na altura, o detido foi ainda constituído arguido num outro processo, do Tribunal de Odemira, neste caso também acusado de furto.

“Ao longo dos tempos, este cidadão tem vindo a alojar-se em largas dezenas de unidades hoteleiras, nas mais variadas zonas do país, por curtos períodos de tempo, ausentando-se sem liquidar a respetiva conta”, explicou o SEF.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.