A informação é avançada pelo Público que indica que em novembro passado foi feita uma queixa à PSP. A Comissão de Proteção de Crianças foi avisada e as duas meninas foram sinalizadas. O caso foi enviado para o Ministério Público.

Na noite de segunda-feira, uma testemunha ocular terá visto uma mulher a sair da água, em estado pânico e em avançado estado de hipotermia, a afirmar que as suas duas filhas estavam dentro de água.

A criança de 19 meses foi retirada da água e alvo de tentativa de reanimação, mas acabou por morrer no local, continuando desaparecida outra menina de 4 anos.

As buscas pela criança que continua desaparecida foram suspensas ao início da tarde, após um incidente com um dos mergulhadores.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.