A Covid-19 trouxe uma nova rotina à maneira como consumimos as notícias. Agora não só avaliamos e julgamos o seu teor, como escrutinamos os números e taxas de infeção para perceber a escala da pandemia. Não só em Portugal, mas um pouco por todo o mundo.

A partir desta quinta-feira há uma ferramenta adicional para fazermos contas ao futuro do planeta e dos efeitos do novo coronavírus — com dados provenientes do espaço.

Trata-se de uma iniciativa tripartida entre a NASA, Agência Espacial Europeia (ESA) e Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (JAXA) e dá pelo nome de "Painel de Observação da Terra Covid-19" (em tradução livre).

A agência norte-americana salienta que o projeto inclui um conjunto de ferramentas de análise que serão fáceis de consultar e que podem servir como recurso não só para os investigadores, mas também para o público em geral.

Segundo informação disponibilizada pela ESA, o painel terá dados indicadores sobre as alterações na qualidade do ar e água, clima, agricultura e na atividade económica desde o início da pandemia.

Josef Aschbacher, Diretor de Observação da Terra da ESA, referiu que "a pandemia do coronavírus trouxe desafios sem precedentes, com graves consequências sociais", pelo que a nova plataforma permite ajudar "a humanidade a navegar por essa crise com informações mais precisas à sua disposição".

Que tipo de informações existem na plataforma? 

  • As mudanças na qualidade do ar, um dos impactos notados pelas restrições impostas para reduzir a propagação do novo coronavírus. O dióxido de nitrogénio, causado pelos vapores do tráfego, pela queima de combustíveis fósseis e pela atividade industrial, aparece nos dados de satélite;
  • Mudanças no dióxido de carbono também são destacadas no painel para monitorizar como as reações globais e locais à pandemia alteraram as concentrações desse gás de efeito estufa;
  • O painel também apresenta observações de satélite das áreas costeiras, portos e baías semi-fechadas para avaliar as mudanças na qualidade da água;
  • É possível ver a atividade de navegação em portos, carros estacionados e luzes noturnas em áreas urbanas para mostrar como setores específicos da economia foram afetados.

A plataforma está disponível para consulta aqui.

(Notícia atualizada às 14h55)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.