O Governo do Presidente Nicolás Maduro informou em comunicado na quarta-feira que também está a rever o modelo das negociações patrocinadas pela Noruega, de forma a garantir a sua eficácia futura.

A decisão foi anunciada apenas algumas horas antes da próxima ronda de negociações se iniciar na ilha de Barbados.

Pouca informação foi divulgada sobre as conversações que começaram em maio.

O líder da oposição, Juan Guaidó, exigiu que Maduro renunciasse e abrisse caminho para uma eleição presidencial sob observação estrangeira e com um conselho eleitoral renovado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.