Em Málaga, os bascos beneficiaram de um mau passe do extremo Lucas Vázquez — que surgiu adaptado a lateral-direito nos ‘merengues’ — e colocaram-se em vantagem, aos 18 minutos, através de Raúl García.

Antes do intervalo, o mesmo Lucas Vázquez cometeu novo erro e puxou Iñigo Martínez dentro da área, possibilitando que o Athletic dispusesse de uma grande penalidade e permitindo que Raúl García ‘bisasse’, aos 38 minutos.

Marcos Asensio tentou inverter a situação no segundo tempo, mas, no espaço de sete minutos, viu os ‘ferros’ impedirem o golo do Real Madrid. Na primeira situação, acertou no poste, após combinação com Eden Hazard, e na segunda viu a barra negar-lhe as intenções.

O Real Madrid ‘reentrou’ na partida aos 73 minutos, graças ao golo do francês Karim Benzema, só que o conjunto basco conseguiu segurar a ‘magra’ vantagem até final e ‘carimbou’ a qualificação para a decisão da Supertaça, que, pelo segundo ano seguido, se disputa num formato com meias-finais e final.

Na final, agendada para domingo, no Estádio Olímpico de Sevilha, o Athletic Bilbau vai defrontar o FC Barcelona, que na quarta-feira venceu outra formação basca, a Real Sociedad, através do desempate por grandes penalidades, depois da igualdade 1-1 registada no tempo regulamentar.

Esta será a quinta vez que o Athletic Bilbau disputará o troféu, sendo que a última foi em 2015, precisamente diante do FC Barcelona, e terminou com a conquista por parte dos bilbaínos, que alcançaram uma vitória por 4-0 em casa, na primeira mão, e depois empataram 1-1 na Catalunha.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.