A judoca nascida no Brasil e naturalizada portuguesa em janeiro iniciou a competição com dois triunfos por ippon, diante da mongol Enkhchimeg Tserendulam e da belga Roxane Taeymans, após 2.50 e 1.09 minutos, respetivamente.

Seguiu-se o triunfo por waza-ari frente à japonesa Chizuru Arai, que defendia o título mundial conquistado em 2017 e 2018, e o embate dos quartos de final diante da holandesa Sanne van Dijke, campeã da Europa em 2017 e atual vice continental, que Timo venceu no ‘ponto de ouro’, após 6.20 minutos.

A judoca do Benfica, que já assegurou pelo menos a conquista da medalha de prata nos Mundiais, vai defrontar Margaux Pinot, que este ano conquistou o cetro europeu da categoria, depois de ter sido vice-campeã na categoria de -63 kg em 2017.

Os Mundiais de judo decorrem até domingo na capital japonesa.

Na sexta-feira, a seleção portuguesa vai estar representada por Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio, ambas em -78 kg), e por Jorge Fonseca, que inicia a competição de -100 kg com o estatuto de cabeça de série.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.