O técnico de 65 anos, que já comandou a seleção norte-americana de 1998 a 2006 e regressa ao cargo a 1 de dezembro, tem como principal missão assegurar o apuramento dos Estados Unidos para o Campeonato do Mundo da Rússia, em 2018.

A demissão de Juergen Klinsmann acabou por consumar-se depois de duas derrotas consecutivas da equipa norte-americana (frente à Costa Rica por 4-0, na semana passada, e contra o México, por 2-1, em Columbus), que deixaram os Estados Unidos na última posição da fase final de qualificação para o Mundial2018, sem qualquer ponto.

Arena conduziu a equipa dos Estados Unidos aos quartos de final do Mundial de 2002, o melhor resultado alcançado pela seleção de futebol na fase final de um campeonato do mundo.

Sob o seu comando técnico, a ‘Team USA’ conquistou ainda duas edições (em 2002 e 2005) da Gold Cup, competição continental da zona Concacaf.

Bruce Arena acabaria por ser afastado em 2006, depois de a seleção norte-americana ter sido eliminada na fase inicial do mundial disputado há 10 anos, depois de perder frente ao Gana por 2-1.

A demissão de Juergen Klinsmann, que em julho de 2011 tinha substituído no cargo Bob Bradley, foi anunciada na segunda-feira.

Os Estados Unidos disputam a 24 de março, contra as Honduras, e quatro dias depois, contra o Panamá, dois jogos cruciais na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de futebol, em 2018, na Rússia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.