William Troost-Ekong colocou a Argélia em vantagem, aos 40 minutos, com um golo na própria baliza, com Odion Ighalo a empatar, aos 71, de grande penalidade, antes de Mahrez de livre colocar os argelinos na terceira final da sua história.

Campeã em 1990 e finalista em 1980, a Argélia volta a qualificar-se para a final da CAN, defrontando na sexta-feira o Senegal, que afastou a Tunísia, por 1-0, após prolongamento.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.