“É difícil explicar. Há uma grande deceção. Estamos destruídos. Falhámos muitos golos, mas não foi por excesso de confiança. Obviamente que faltou qualquer coisa. Só posso dizer que estou orgulhoso dos meus companheiros. Temos que começar de novo e espero que [Roberto] Mancini continue. Precisamos dele”, disse o defesa central de 37 anos.

Em Palermo, a Macedónia do Norte bateu a Itália, por 1-0, com um golo de Trajkovski, aos 90+2 minutos, com os campeões da Europa a falharem o segundo Mundial consecutivo, algo inédito na história da ‘squadra azzurra’.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.