Os atletas ‘leoninos’ conseguiram as marcas durante a Taça de velocidade e barreiras da Associação de Atletismo de Lisboa, no Centro de Alto Rendimento de Atletismo do Jamor, em Oeiras.

Carlos Nascimento correu os 60 metros em 6,69 segundos, superando em três centésimos a marca de qualificação, e impôs-se a André Prazeres (JOMA) e Diogo Antunes (Benfica), que obtiveram os registos de 6,76 e 6,78, respetivamente.

Lorene Bazolo igualou o mínimo (7,38 segundos), uma semana depois de ter ficado a dois centésimos da marca. Na prova feminina, a brasileira Tamiris de Liz (Benfica) e a belga Delphine Nkansa (Benfica) terminaram nos restantes lugares do pódio, ao cumprirem a distância em 7,40 e 7,41.

Tal como Nkansa, também Beatriz Andrade, com 7,50, melhorou o seu recorde pessoal, com a 10.ª melhor marca portuguesa de sempre.

Nas provas de 60 metros barreiras, dois triunfos sportinguistas, por Rasul Dabó (7,99 segundos), em masculinos, e Olímpia Barbosa (8,27), em femininos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.