Robert Marchand completou os 22,547 quilómetros em 92 voltas ao velódromo nacional de Saint-Quentin-en-Yvelines, perto de Paris, o mesmo onde há três anos superou o seu próprio recorde da hora para maiores de 100 anos com um total de 26,927 quilómetros.

“Correu bem. Não passei mal por culpa das pernas, mas sim pelos braços, porque tenho reumatismo”, garantiu ao descer da bicicleta o francês que se define como o desportista mais velho do mundo.

O veterano ciclista nasceu a 26 de novembro de 1911 em Amiens (norte de França) e assegura que a sua única poção mágica é acrescentar um pouco de mel ao seu bidão de água.

O jornal francês Le Parisien contou esta semana que Marchand faz uma hora diária de estiramentos, treina durante outros 60 minutos na sua bicicleta estática e depois passa o dia a ler “para manter o cérebro ativo”.

Antigo militante comunista, este ex-bombeiro e campeão francês de ginástica chegou a estar preso durante a II Guerra Mundial por ter recusado dar aulas de desporto aos filhos dos colaboradores da Alemanha nazi.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.