“Eu presumi que David [Moyes] iria ficar no clube por um longo período, o que torna o anúncio da sua partida mais difícil para todos os envolvidos. Ele trabalhou duramente para evitar a descida de divisão e agora decidiu deixar o clube sem exigir qualquer compensação, o que atesta o seu caráter”, disse o presidente do Sunderland, Ellis Short.

Sob o comando de David Moyes, o Sunderland concluiu o campeonato no 20.º e último lugar e foi despromovido juntamente com o Middlesbrough e o Hull City, treinado por Marco Silva.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.