A proposta será apresentada à Assembleia Geral dos 36 clubes profissionais na próxima reunião, a realizar em março, de acordo com o jornal Bild.

De acordo com o regulamento atual, um jogador só se pode estrear profissionalmente no futebol alemão aos 18 anos ou se fizer parte da equipa sub-19 do clube — foi assim que o turco Nuri Sahin estabeleceu, em 2005, o recorde de precocidade na Bundesliga ao entrar em campo pelo Borussia Dortmund com 16 anos e 355 dias de idade.

A comissão de formação da DFL propõe agora baixar a idade mínima para os 16 anos de idade.

O Dortmund já deu indícios de que apoia a ideia — nem que seja porque iria permitir ao clube promover a estreia na equipa principal já na próxima temporada da jovem promessa Youssoufa Moukoko que vem pulverizando recordes de golos marcados e tem estado a brilhar na Youth League da UEFA com apenas 15 anos.

"Neste momento estamos em desvantagem em relação a outros campeonatos e competições internacionais, porque não podemos integrar nas equipas profissionais os jovens com talentos excecionais", analisou o Diretor de Formação do Borussia Dortmund, Lars Ricken.

"Há diversos casos de jogadores que não quiseram vir jogar para a Bundesliga porque sabiam que poderiam jogar profissionalmente um ano antes noutros países", explicou.

Por seu turno, o técnico do Leipzig, Julian Nagelsmann, atual líder do campeonato alemão, defende outro ponto de vista.

"Não sou muito partidário desta proposta. Se subo os jogadores mais cedo, eles ficarão mais cedo sob pressão e sob os holofotes dos media", disse. "Não sou cientista e não estudei profundamente o tema, mas acho difícil de acreditar que seja bom para o seu desenvolvimento ser jogador profissional da Bundesliga com 16 anos", completou o técnico de 32 anos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.