Depois da vitória na Copa Libertadores e de ter garantido o título no Brasileirão, seria talvez de esperar que o Flamengo de Jorge Jesus tirasse o pé do acelerador e concentrasse as suas energias no Mundial de Clubes, competição onde jogará a meia-final com o vencedor do jogo entre o Al-Hilal (equipa saudita por onde o treinador português passou antes de ingressar no Mengão e que venceu a Champions asiática) e o Espérance de Tunis (conjunto tunisino vencedor da Champions africana).

Nada mais errado.

Daí para cá, os comandados de Jorge Jesus venceram em casa o Ceará (no jogo de consagração depois da dupla vitória no fim-de-semana mágico que deu aos rubro-negros os títulos acima referidos), foram a São Paulo derrotar o Palmeiras e hoje bateram o Avaí por 6-1, naquele que foi o último jogo do Mengão no Maracanã na época atual.

Com algumas alterações no onze inicial  (Diego Alves, Pablo Marí, Rodrigo Caio, Filipe Luís, Willian Arão, Gerson e Bruno Henrique começaram no banco ou nem sequer foram convocados), o Flamengo chegou à vantagem logo aos 11 minutos com um golo do uruguaio De Arrascaeta. Contudo, o Avaí empataria pouco depois (22 minutos) graças a um golo de Lourenço.

Foi sol de pouca dura (ao contrário da chuva, que foi caindo ao longo da partida, apesar de não demover os mais de 60 mil torcedores do gigante brasileiro presentes esta noite no Maracanã).

Quinze minutos depois, Diego, o médio ex-FC Porto, recolocou o Flamengo em vantagem (37 minutos), vantagem essa que seria ampliada pelo inevitável Gabriel Barbosa ainda antes do intervalo.

Na segunda parte, o passeio do Mengão continuou, assim como os golos. Foram 45 minutos em que brilharam os teenagers da equipa de Jorge Jesus: primeiro foi Lincoln, que do "alto" dos seus 18 anos apontou o 4-1; depois, foi a vez de Reinier, que em Portugal ainda nem poderia votar (tem apenas 17 anos) a bisar no partida e a fechar o resultado em 6-1 para o Flamengo.

Na último jornada os rubro-negros deslocam-se ao terreno do Santos de Sampaoli (o "outro" Jorge do Brasil) e depois começam a preparar o Mundial de Clubes do Qatar, onde se estreiam no dia 17 de dezembro, ansiando por uma final com o Liverpool, quatro dias depois.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.