Na frente do ataque português, estão Cristiano Ronaldo (Juventus, Ita), Daniel Podence (Wolverhampton, Ing), Rafa Silva (Benfica), André Silva (Eintracht Frankfurt, Ale), Bernardo Silva (Manchester City, Ing), Diogo Jota (Liverpool, Ing), Trincão (FC Barcelona, Esp), e João Félix (Atlético de Madrid, Esp).

A dar conta do meio-campo, Danilo Pereira (FC Porto), Rúben Neves (Wolverhampton, Ing), William Carvalho (Bétis, Esp), Bruno Fernandes (Manchester United, Ing), Renato Sanches (Lille, Fra), João Moutinho (Wolverhampton, Ing) e Sérgio Oliveira (FC Porto).

Na defesa, estarão João Cancelo (Manchester City, Ing), Nélson Semedo (Wolverhampton, Ing), José Fonte (Lille, Fra), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Manchester City, Ing), Ruben Semedo (Olympiacos, Gre), Mário Rui (Nápoles, Ita) e Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund, Ale).

Quanto a guarda-redes, Portugal tem a defender a sua baliza Anthony Lopes (Lyon, Fra), Rui Patrício Wolverhampton, Ing) e Rui Silva (Granada, Esp).

O que muda na convocatória

As novidades entre a convocatória são Ruben Semedo, William Carvalho, Daniel Podence e Rafa Silva, para o particular com Espanha e os jogos com França e Suécia, da Liga das Nações.

De fora, ficaram, por opção, o defesa Domingos Duarte (Granada), o médio André Gomes (Everton) e o avançado Gonçalo Guedes (Valência).

Dar tempo à seleção

Sobre ter tempo para treino e preparação dos jogos, Fernando Santos diz que "nunca há tempo". "Temos falado sobre este assunto. É um dos défices das seleções. Os jogadores vêm com muitos jogos em cima", disse o selecionador.

"Acho que esse é o mérito dos selecionadores, que é conseguirmos em pouco tempo fazer coisas importantes, como relembrar a estratégia para o jogo". E conclui: "Há que preparar".

"Temos feito isso bem: ter jogadores frescos para jogar", disse sobre o tempo dedicado a recuperação entre jogos.

Já dia 7 de outubro, Portugal defronta a Espanha num encontro particular que tem lugar no Estádio José Alvalade, em Lisboa, seguindo-se dois jogos a contar para o Grupo 3 da Liga das Nações.

Quatro dias depois, a seleção nacional, que conquistou a primeira edição da prova, regressa pela primeira vez ao Stade de France desde que venceu o Euro2016 para enfrentar a França. A 14 de outubro, volta a atuar em Alvalade perante a Suécia.

Portugal lidera o Grupo 3 da Liga A da Liga da Nações com seis pontos, em igualdade com a França, embora tenha vantagem no número de golos marcados. Suécia e Croácia continuam com zero.

Portugal lidera o Grupo 3 da Liga A da Liga da Nações com seis pontos, em igualdade com a França, embora tenha vantagem no número de golos marcados. Suécia e Croácia continuam com zero.

Depois de conhecidos os convocados de Fernando Santos, é a vez do selecionador de sub-21, Rui Jorge, de revelar as escolhas para os próximos jogos do Grupo 7 de qualificação para o Campeonato da Europa 2021 frente à Noruega, em 9 de outubro, no Estoril, e em Gibraltar, em 13.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.