A mesma fonte recusou comentar o caso à AFP mas confirmou a abertura do processo, que reporta à vitória francesa por 3-1 sobre a formação russa, em São Petersburgo, durante o qual vários adeptos entoaram cânticos racistas direcionados ao avançado francês Ousmane Dembélé e ao médio Paul Pogba.

Após o jogo, a FIFA tinha dito estar à espera de um relatório da FARE, uma organização não-governamental que luta contra a discriminação no futebol e tinha estado presente no estádio, com o diretor do organismo, Piara Powar, a explicar à AFP ter “preocupações” com o Mundial2018, que vai passar pelo estádio de São Petersburgo no verão.

O diretor do departamento de segurança da RFU, Alexei Tolkatchiov, considerou que “não foram ouvidos ou gravados quaisquer insultos deste tipo”, em entrevista ao Sports Express, mas admitiu que em caso de confirmação a RFU poderia tomar uma ação.

O Mundial2018, na Rússia, decorre de 14 de junho a 15 de julho, com o Estádio de São Petersburgo a receber quatro jogos da fase de grupos, um dos oitavos de final, uma das meias-finais e o jogo de atribuição do terceiro lugar do torneio.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.