No Dragão Caixa, a partida pautou-se por grande equilíbrio e emoção do primeiro ao último minuto, sendo que o empate acaba por beneficiar mais os ‘encarnados’, que ficam com vantagem no confronto direto sobre os ‘dragões’, a três rondas do fim.

Num jogo muito tático, com as duas equipas conscientes da necessidade de vencer para manter acesa a luta pelo título nacional, foi o FC Porto que conseguiu um arranque mais positivo garantindo, desde cedo, uma vantagem de dois golos.

Com sete minutos de jogo, Hélder Nunes abriu a contagem com um golo de bonito efeito e, no minuto seguinte, Gonçalo Alves aumentou a vantagem.

A correr atrás do prejuízo, o Benfica conseguiu dar uma boa resposta, reduzindo através de Diogo Rafael.

Antes do intervalo, Rafa aumentou a contagem portista, voltando a colocar o FC Porto com mais dois golos.

Para a segunda parte, o equilíbrio manteve-se, mas os benfiquistas conseguiram assumir uma postura mais atacante, que acabou por desconcentrar o FC Porto em momentos determinantes do encontro.

Com três golos no início, de Valter Neves, Jordi Adroher e Miguel Rocha, o Benfica deu a volta ao resultado, seguindo-se, depois, de um período de golos alternados, com o resultado a fixar-se nos 6-6.

A pouco mais de dois minutos do final, Jorge Silva devolveu a liderança ao FC Porto, mas, com 1.13 para jogar, João Rodrigues fez o 7-7 final, com uma recarga oportuna junto à baliza, depois de um remate de Diogo Rafael.

Com o empate, o Sporting, que goleou o Paços de Arcos por 13-2, assumiu o comando, com 62 pontos, contra 61 de Benfica e FC Porto, sendo que, na próxima ronda, os ‘encarnados’ recebem os ‘leões’, enquanto os ‘dragões’ defrontam a Oliveirense.

 

Jogo no Dragão Caixa, no Porto.

FC Porto – Benfica, 7-7.

Ao intervalo: 3-1.

Marcadores:

1-0, Hélder Nunes, 07 minutos.

2-0, Gonçalo Alves, 08.

2-1, Diogo Rafael, 10.

3-1, Rafa, 19.

3-2, Valter Neves, 31.

3-3, Jordi Adroher, 31.

3-4, Miguel Rocha, 35.

4-4, Helder Nunes, 38.

4-5, Valter Neves, 40.

5-5, Gonçalo Alves, 42 (grande penalidade)

5-6, Jordi Adroher, 43 (livre direto).

6-6, Hélder Nunes, 43.

7-6, Jorge Silva, 48.

7-7, João Rodrigues, 49.

Sob a arbitragem de Rui Torres e José Pinto, as equipas alinharam:

- FC Porto: Carles Grau, Reinaldo Garcia, Rafa, Hélder Nunes e Gonçalo Alves. Jogaram ainda Jorge Silva, Telmo Pinto, Ton Baliu.

Treinador: Guillem Cabestany.

- Benfica: Pedro Henriques, Valter Neves, Diogo Rafael, Carlos Nicolia e Jordo Adroher. Jogaram ainda João Rodrigues e Miguel Rocha.

Treinador: Pedro Nunes.

Assistência: Cerca de 2.000 espetadores.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.