Retirado da seleção desde o Euro2016, o avançado do Manchester United, de 36 anos, está a recuperar de uma lesão num joelho desde novembro.

“A porta não foi fechada”, disse Ibrahimovic, que é o melhor marcador da história da seleção sueca, com 62 golos em 116 jogos, tendo participado nos Mundiais de 2002 e 2006.

Ibrahimovic disse é “duro” ver os jogos da seleção, porque quer jogar, “seja no clube, seja na seleção”, admitindo o “bom trabalho” feito pelos jogadores suecos na qualificação para o Mundial2018, na qual afastaram a Itália no ‘play-off’.

O secretário geral da federação sueca, Hakan Sjostrand, disse que “um fresco e motivado” Ibrahimovic podia acrescentar algo à seleção, mas que isso terá de ser resolvido entre o avançado e o selecionador Janne Andersson.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.