“Bruno de Carvalho vai recorrer da prepotente expulsão e os sócios vão mobilizar-se para serem ouvidos e para ser possível recuperar o carisma, garra e vibração ao nosso SCP [Sporting Clube de Portugal]”, indica a publicação de Alexandra Carvalho.

A irmã do antigo presidente do Sporting, que foi considerado culpado de 12 infrações disciplinares e expulso de associado, escreveu na sua conta pessoal no Instagram que “a golpada continua sob o lema ‘Bruno és tu ou eu!’”.

Bruno de Carvalho, de 47 anos, presidiu ao clube ‘leonino’ entre 2013 e 2018, altura em que foi destituído do cargo, em Assembleia Geral (AG), realizada em 23 de junho de 2018.

O Sporting informou que Bruno de Carvalho, cuja presidência ficou marcada pelas agressões a jogadores da equipa de futebol e técnicos na academia de Alcochete, no fim da época 2017/18, cometeu infrações disciplinares graves, relacionadas com as contas do clube, publicações nas redes sociais e "obstaculização" da AG de destituição.

De acordo com o clube lisboeta, o antigo líder sportinguista já foi notificado da decisão, da qual pode recorrer para a Assembleia Geral, com efeito suspensivo e devolutivo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.