O ala do Sporting de Braga e da seleção nacional, de 28 anos, bateu o italiano Gabriele Gori e o brasileiro Rodrigo e tornou-se no segundo jogador português a alcançar este galardão, depois de Madjer em 2015 e 2016.

"Quero dar os parabéns ao Gori e ao Rodrigo pela caminhada e trabalho que têm desenvolvido. Se este prémio vos tivesse sido entregue, seria igualmente justo. Agradeço também à organização desta gala. É um momento marcante para a vida de atletas, treinadores e apaixonados da modalidade", afirmou Jordan durante a entrega do troféu.

O galardão de melhor treinador foi para Gilberto, selecionador do Brasil, que bateu, entre outros, o selecionador português, Mário Narciso.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.