"Temos de tentar passar a verdadeira imagem do país, pois temos dos melhores jogadores, grandes treinadores, grandes árbitros e grandes dirigentes. Existem sempre pequenas situações que já são uma tradição, mas temos de fazer o esforço para passar a imagem real", afirmou o treinador.

Leonardo Jardim, que falava à entrada para a 15.ª gala do jornal O Gaiense, em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, na qual é o grande homenageado da noite, também foi questionado sobre quem acha que pode vir a ganhar o campeonato português este ano, uma prova que disse estar "muito equilibrada".

"O candidato é sempre aquele que vai na frente, mas penso que muito se pode decidir nos grandes jogos que faltam entre Benfica, FC Porto e Sporting. Estão os três em condições de disputar o campeonato até ao fim", referiu o técnico.

Já sobre a derrota (3-0) de segunda-feira da seleção portuguesa frente à Holanda, Leonardo Jardim recordou que esta fase é uma fase de "análise", sem querer comentar as escolhas do selecionador Fernando Santos.

"Esteve bem nas apostas que fez, esta é uma fase de análise e estes jogos nada têm a ver com o que será o campeonato do Mundo. Usar a palavra candidato é muito forte, pois existem adversários com outras mais-valias, mas o pensamento terá de ser ir o mais longe possível e isso passa por ganhar os jogos", concluiu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.