Em Bolonha, após o pesado desaire com a Argentina (3-0) na primeira edição da Finalíssima (partida entre campeão europeu contra campeão sul-americano), a Itália até esteve em vantagem, com um golo de Pellegrini, aos 70 minutos, mas os germânicos responderam pouco depois, aos 73, por Kimmich, num duelo entre antigos campeões mundiais.

Com este empate, que marcou o 10.º jogo seguido sem perder da Alemanha em jogos oficiais, italianos e germânicos deixaram a Hungria fugir no topo do agrupamento, depois de um surpreendente triunfo (1-0) sobre a Inglaterra.

Em Budapeste, na Arena Puskas, os atuais vice-campeões europeus viram chegar ao fim um registo de 18 jogos oficiais seguidos sem perder (14 vitorias e quatro empates) e saíram da capital húngara com o seu primeiro desaire em quase dois anos (novembro de 2020).

Um golo de Dominik Szoboszlai de grande penalidade, aos 64 minutos, num lance assinalado pelo árbitro português Artur Soares Dias, decidiu a partida, no mesmo palco onde, há menos de um ano, em setembro de 2021, no arranque do apuramento para o Mundial2022, os ingleses alcançaram uma goleada por 4-0.

Na Liga B, em Podgorica, Montenegro assumiu o comando do Grupo B3 após bater a Roménia, por 2-0, horas depois de, em Helsínquia, Finlândia e Bósnia-Herzegovina empatarem a um golo, com os forasteiros a ‘fugirem’ à derrota em tempo de descontos.

No terceiro escalão (Liga C) da mais recente competição da UEFA, a Turquia alcançou uma esperada goleada sobre as Ilhas Faroé, por 4-0, com um golo do ex-Sporting Demiral, e passou a dividir o comando do Grupo C1 com o Luxemburgo, que foi à Lituânia vencer por 2-0, com um ‘bis’ de Sinani.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.