Os gilistas, que somaram o quarto encontro consecutivo sem vencer e terceira derrota seguida, até começaram melhor e adiantaram-se logo aos oito minutos, através do búlgaro Kraev, que beneficiou de um erro da defensiva contrária, e falharam a hipótese de igualar aos 85, quando Charles defendeu uma grande penalidade de Sandro Lima.

Pelo meio, o Marítimo protagonizou a reviravolta no marcador, ainda na primeira parte, com golos de Rodrigo Pinho, aos 30 minutos, e de Rodrigão, este na própria baliza, aos 45+3.

Com esta vitória, o Marítimo reforçou para já o 15.º lugar, agora com 28 pontos, mais oito do que o Portimonense, primeira equipa abaixo da linha de despromoção, enquanto a equipa de Barcelos ocupa o 11.º lugar, com 30.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.