A equipa liderada por Nuno Espírito Santo, que perdeu hoje por 3-1, na última jornada do campeonato frente ao Moreirense, foi vaiada no final do jogo quando se dirigiu à bancada dos adeptos para agradecer o apoio.

Assobios e palavras de descontentamento foram dirigidas aos jogadores e equipa técnica 'azul e branca', que, com esta derrota, permitiu ao Moreirense manter-se na I Liga.

Em Moreira de Conégos, Boateng (16), Frederic (37) e Alex (83) foram os autores dos golos que ditaram a vitória e consequente permanência do Moreirense, que ainda levou um susto, aos 66, quando Maxi Pereira reduziu para os 'dragões'.

Em conferência de imprensa após o jogo, Nuno Espírito Santo assumiu que o FC Porto teve uma "má exibição" e que a imagem do clube "sai beliscada".

O treinador dos Dragões assegurou que este jogo não reflete o trabalho realizado pelo FC Porto ao longo da época, já que foi um ano "de muito trabalho", em que alguns jogadores "conseguiram evoluir ao nível do seu rendimento".

Todavia, assumiu, "não fomos capazes de conquistar o que pretendíamos, que era o título nacional".

Ainda sobre a derrota frente ao Moreirense, é um jogo para "esquecer rápido", disse o treinador, assumindo que está na hora de sentar e refletir sobre o FC Porto da próxima época.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.