O atleta luso de origem cubana foi o único que conseguiu passar os 17,10 de qualificação direta na primeira ronda de saltos, numa qualificação em que houve necessidade de repesgagem, para se completar o grupo de 12 apurados.

Quanto a Nelson Évora, abriu a sua qualificação a 16,26 metros, depois melhorou para 16,67, uma marca que ainda não chegava. Finalizou com 16,80, então com um 11.º lugar - ou seja, estava dependente de só poder ser ultrapassado por dois adversários até ao fim, o que não aconteceu e Évora fica arredado da final, fora do 'top-12'.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.