O histórico treinador italiano Carlos Ancelotti, 60 anos, é oficialmente o novo técnico do Everton, 11 dias depois de ter sido despedido do Nápoles, clube pelo qual iniciava a segunda temporada consecutiva e com o qual tardava em apresentar resultados, com um nono lugar na Serie A a pesar mais do que a qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

Ancelotti assinou um contrato de quatro anos e meio com os Toffees e vai estrear-se no banco no dia 26 de dezembro, no famoso Boxing Day, num jogo caseiro em Goodison Park, diante do Burnley.

"Este é um grande clube com uma história rica e adeptos apaixonados. Há uma clara visão do dono e da direção para chegar ao sucesso e conquistar troféus. Isso é algo que me atrai enquanto treinador e que me deixa entusiasmado para trabalhar com todos no clube", disse o novo treinador do Everton ao site do emblema de Liverpool.

O antigo técnico do Nápoles que parte para a sua décima experiência como treinador, a segunda em Inglaterra onde entre 2009 e 2011 orientou o Chelsea, explicou que passou os últimos dias a ver jogos do clube e garante que "estes jogadores são capazes de muito mais". "O trabalho que Duncan [treinador interino] tem feito é ótimo. Uma grande organização, disciplina e a motivação certa são ingredientes chave no futebol e eu estou feliz por ele integrar a minha equipa técnica", revelou.

No site do clube, Ancelotti é descrito como um treinador histórico, realçando os 21 títulos conquistados pelo italiano e entre os quais se incluem três Ligas dos Campeões e uma Premier League.

“Ele é a contratação perfeita para nós. Partilha da nossa visão para o clube e estamos seguro de que o seu entusiasmo para assumir o comando em Goodison, juntamente com as suas habilidades técnicas e a conhecida capacidade de gerir jogadores, torná-lo-ão bem-sucedido no cargo. Foi uma escolha unânime”, afirmou o diretor de futebol da equipa, Marcel Brands.

O treinador português Marco Silva foi despedido pelo Everton no início deste mês, um dia depois do desaire por 5-2 no reduto do rival da cidade, o campeão europeu Liverpool.

Após 15 jornadas, os Toffees de Marco Silva caíram para os lugares de despromoção da ‘Premier League’. Atualmente ocupam o 16.º lugar, com 18 pontos.

Marco Silva, de 42 anos, foi confirmado como treinador do Everton em 31 de maio de 2018 e, na época 2018/19, ficou no oitavo lugar na Liga inglesa, com 54 pontos, a três do Wolverhampton, sétimo, que se qualificou para a Liga Europa.

Nas restantes provas, o Everton foi eliminado na quarta ronda da Taça de Inglaterra e na terceira da Taça da Liga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.