A tarde desta quinta-feira, dia 30, não tratou apenas sobre os adversários do Benfica e FC Porto para a edição 2018/2019 da Liga dos Campeões — que pode saber quais são aqui.

Para além de ser conhecido o sorteio da liga milionária, que contou com a jornalista britânica Reshmin Chowdhury e o português Pedro Pinto como anfitriões, foram atribuídos os prémios para premiar o melhor guarda-redes, defesa, médio, avançado da época.

Todavia, o prémio maior foi parar às mãos do futebolista croata Luka Modrić, do Real Madrid, que hoje eleito pela UEFA como Melhor Jogador do Ano na Europa, batendo o português Cristiano Ronaldo e o egípcio Mohamed Salah.

Prémio Jogador do Ano da UEFA

Luka Modrić levou a melhor sobre Ronaldo. Aos 32 anos, o croata marcou presença pela primeira vez no trio de finalistas do Prémio, mas a conquista da Liga dos Campeões, pelo Real Madrid, mais o título de vice-campeão do mundo pela Croácia (onde foi considerado o melhor jogador do Mundial de 2018) foi suficiente para ser o jogador mais votado.

O internacional português, de 33 anos, apontou 15 golos em 13 jogos na maior prova europeia de clubes, recebeu o prémio de melhor avançado do ano na Europa, numa época em que fez 44 golos em igual número de jogos em todas as competições.

Ronaldo tinha vencido o prémio UEFA para melhor jogador em 2014, 2016 e 2017, tendo ainda conquistado, em 2008, o agora extinto prémio UEFA para melhor jogador de clubes, antecessor do atual galardão.

Prémio Melhor Jogadora do Ano

Pernille Harder foi eleita a melhor jogadora do ano. A dinamarquesa joga como ponta-de-lança pelo VfL Wolfsburg.

Prémio Melhor Avançado da Época

O avançado português, de 33 anos, que este ano se mudou para Turim, continua prolífero na hora de disparar às balizas adversárias. Na época transata, terminou a prova com 15 golos marcados e foi o melhor marcador. Será que foi o primeiro de dois prémios desta tarde?

Prémio Melhor Médio da Época

Luca Modric é o eleito! A distinção para melhor centro campista da Europa (que ainda não foi titular esta temporada desde que Lopetegui assumiu o lugar que era de Zidane nos comandos do Real Madrid) segue depois de ter sido considerado o melhor jogador do Mundial2018.

Prémio Defesa da Época

Sérgio Ramos, capitão merengue, foi eleito o melhor defesa da Liga dos Campeões. Recorde-se que o histórico madridista foi alvo de bastantes criticas na final da competição do ano passado, quando Salah, que atua ao serviço do Liverpool, saiu lesionado da final da Liga dos Campeões aos 31 minutos por ter deslocado o ombro na sequência de uma disputa de bola com o espanhol.

Prémio Guarda-redes da Época

O costa riquenho Kyler Navas, guardião dos 'blancos', é o melhor guarda-redes da época 2017/18 da UEFA Champions League.

Prémio Presidente da UEFA

Todavia, antes dessas atribuições, o primeiro prémio da tarde já foi atribuído a David Beckham, internacional inglês que passou por clubes como Manchester United, Real Madrid, Milan ou LA Galaxy. O antigo internacional recebeu das mãos de Aleksander Čeferin, o Prémio Presidente da UEFA que reconhece feitos extraordinários, excelência profissional e qualidades pessoais exemplares.


A lista dos prémios e respetivos nomeados para esta edição, de acordo com o site da UEFA, são os seguintes:

Nomeados Guarda-redes da Época: Vencedor Keylor Navas (Real Madrid), Alisson (Roma) e Gianluigi Buffon

Nomeados Defesa da Época: Marcelo, Sergio Ramos e Raphaël Varane (Todos do Real Madrid)

Nomeados Médio da Época: Kevin De Bruyne (Manchester City), Toni Kroos e Luka Modrić (Real Madrid)

Nomeados Avançado da Época: Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Mohamed Salah (Liverpool)

Nomeadas Jogadora do Ano: Pernille Harder (VfL Wolfsburg), Ada Hegerberg e Amandine Henry (Olympique Lyonnais)

Nomeados Jogador da Época da UEFA Europa League: Dimitri Payet (Marselha), Diego Godín e Antoine Griezmann (ambos Atlético de Madrid)

Na luta pelo prémio de melhor futebolista da Europa, o argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, vencedor por duas vezes do troféu (2010/11 e 2014/15) e presença habitual entre os finalistas, que falhou apenas por duas vezes até esta época, não foi além do quinto lugar na seleção dos finalistas, atrás de Griezmann. Messi concorre apenas para o prémio de avançado do ano, contando com os rivais Ronaldo e Salah. Em baixo, fica a lista daqueles que não conseguiram chegar ao pódio.

4. Antoine Griezmann (Atlético/França) – 72 pontos
5. Lionel Messi (Barcelona/Argentina) – 55 pontos
6. Kylian Mbappé (PSG/França) – 43 pontos
7. Kevin De Bruyne (Manchester City/Bélgica) – 28 pontos
8. Raphaël Varane (Real Madrid/França) – 23 pontos
9. Eden Hazard (Chelsea/Bélgica) – 15 pontos
10. Sergio Ramos (Real Madrid/Espanha) – 12 pontos

A votação é feita por um júri composto por 80 treinadores, de clubes que participaram nas fases de grupos da Liga dos Campeões (32) e Liga Europa (48), e 55 jornalistas de publicações associadas à European Sports Media (ESM), representando cada um dos países membros da UEFA.

Os elementos do júri escolhem, cada um, três jogadores, atribuindo cinco pontos ao primeiro, três ao segundo e um ao terceiro. Os treinadores não podem votar em jogadores da sua equipa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.