Dia 26 de Dezembro celebra-se em Inglaterra e noutros países pertencentes  à Commonwealth – como são os casos de Canadá, Austrália e Nova Zelândia - o Boxing Day. São várias as teorias propostas para a origem da celebração mas as mais plausíveis são as apresentadas em seguida.

A tradição remonta à idade média, onde os criados das famílias mais abastadas teriam que passar o Natal a trabalhar. Passado o dia de Natal, os trabalhadores tinham um dia de folga para ir a casa e visitar as suas famílias. Era então que os patrões presenteavam os empregados com caixas cheias de presentes e comida que sobrara do dia anterior. Ao chegar a casa podiam finalmente celebrar esse ‘segundo Natal’ com a aberturas das caixas e essa tradição passara a ser conhecida como Boxing Day.

Outra teoria remete-nos para a igreja. Diz a história que é no dia 26 que as caixas de doação de dinheiro para os pobres são abertas e o dinheiro é distribuído pelos mais necessitados. Esta é uma tradição conhecida por Feast of St. Stephen – Festa de Santo Estevão – e diz-se que pode estar na origem do popular Boxing Day.

Sem se perceber bem de onde veio e como cresceu esta tradição, o certo é que o Boxing Day é um feriado muito popular em Inglaterra. O chamado segundo dia de natal evoluiu em várias frentes e é hoje, à semelhança da Black Friday americana, um dia onde o comércio abre as portas aos descontos e a mais uma oportunidade para estimular a economia.  Mas não só de comércio vive a tradição e este passou a ser um dia onde corridas de cavalos, caça, rugby e futebol passaram a ter um papel importantíssimo, se não principal, no entretenimento da população.

Boxing Day: o dia mais apetecível pelos adeptos da Premier League

Na Premier League a maior curiosidade no sorteio do calendário da época é de que um clube que joga em casa no Boxing Day não o fará na jornada após o início do novo ano. Não só o facto de jogar em casa ou fora é levado em conta, como também a distância que as equipas e adeptos (!) terão que percorrer no dia 26 de Dezembro é um fator crucial. Este ano, todas as equipas a jogar fora não vão percorrer mais que 150 milhas, como é o caso do West Ham United, equipa que terá a viagem mais longa quando defrontar o Swansea City no Liberty Stadium.

Se descontarmos o Boxing Day o calendário da Premier League leva em conta clubes cujos estádios são extremamente próximos, como é o caso de Liverpool e Everton, que não podem jogar em casa no mesmo dia. Também as rotas de viagem de clubes rivais nunca poderão ser as mesmas: por exemplo, adeptos do Manchester City e Manchester United nunca poderão ter uma viagem a Londres no mesmo dia, tudo para evitar conflitos entre adeptos. O calendário da Premier League é, por certo, um dos mais complexos de realizar e as condicionantes dadas ao computador que o sorteia são muitas.

Assim sendo, temos um excitante Boxing Day à nossa espera. Ainda que sem jogos grandes, com um campeonato tão equilibrado não poderemos deixar escapar um Chelsea – Bournemouth, onde a equipa de Conte pode bater o recorde do clube de maior número seguido de vitórias. Será que os Blues vão ceder à pressão perante um dos clubes sensação da liga?

E o Arsenal? Como tive a oportunidade de escrever, dificilmente terá plantel e capacidade física para aguentar o ritmo de um calendário tão ocupado. Para dificultar ainda mais a vida aos Gunners, o WBA, equipa que os comandados de Wenger recebem no dia 26, vem de uma derrota frente ao United e tudo fará para não perder duas vezes seguidas, tentando assim uma prenda aos seus adeptos.

Já o United vem a fazer um excelente mês de Dezembro, com a principal figura, Ibrahimovic, a marcar 7 golos em apenas 8 remates à baliza desde o início de Dezembro. A equipa de José Mourinho recebe o Sunderland, no dia 26.

A jornada não se jogará apenas no dia 26 e prolongar-se-á por dias 27 e 28 onde o Liverpool terá mais um teste à sua consistência (recebe o Stoke City) e o Tottenham terá a difícil tarefa de se deslocar a casa dos campeões europeus Cédric Soares e José Fonte.

É com os desejos de um feliz natal e de uma escaldante jornada de futebol inglês que me despeço. E não se esqueça, a bola começa a rolar logo às 12:30 no dia 26, com um Watford – Crystal Palace.

Pedro Carreira é um jovem treinador de futebol que escolheu a terra de sua majestade, Sir. Bobby Robson, para desenvolver as suas qualidades como treinador. Tendo feito toda a sua formação em Inglaterra e tendo passado por clubes como o MK Dons e o Luton Town, o seu sonho é um dia poder vir a treinar na melhor liga do mundo, a Premier League. Até lá, pode sempre acompanhar as suas crónicas, todas as sextas, aqui, no SAPO 24.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.